Por que toda empresa precisa de uma Assessoria Jurídica?

Por que toda empresa precisa de uma Assessoria Jurídica?

Não é segredo nenhum que maioria dos trabalhadores possuem o desejo de empreender. Porém, na maioria das vezes, o sonho de ter um negócio próprio pode infelizmente acabar se tornando um grande pesadelo para o cidadão que decidiu apostar todas as suas fichas e investir o seu dinheiro que guardou a vida toda para abrir uma empresa.

De acordo com o estudo Sobrevivência das Empresas no Brasil, realizado pela Fundação Getúlio Vargas em parceria com o Sebrae, 25% das empresas acabam fechando suas portas antes mesmo de completarem 2 anos de vida.

Os motivos que levam os empreendedores a essa triste realidade são inúmeros mas, entre o principal deles, está a dificuldade em ficar em dia com a extensa burocracia brasileira e com os incontáveis (e confusos) encargos fiscais e trabalhistas. Para evitar essa situação, a busca por uma assessoria jurídica tem se tornado uma boa alternativa para muitas empresas.

 

Primeiramente, o que é uma Assessoria Jurídica?

 

Assessoria Jurídica (ou Advocacia Preventiva) é o serviço de assessoramento onde, um escritório de advocacia especializado, oferece suporte jurídico a uma empresa de maneira constante.

Diferente do habitual, onde o advogado é procurado em situações pontuais e específicas para resolver alguma situação quando o problema já bateu às portas da empresa, na Assessoria Jurídica ele é contratado para contribuir para o dia a dia do negócio, prevenindo problemas, identificando riscos jurídicos e consertando-os sempre que possível.

A atuação do Advogado no meio empresarial envolve uma série de questões, como por exemplo: a indicação sobre a estrutura jurídica mais adequada ao empreendimento, a orientação sobre a legislação trabalhista, acompanhamento na celebração dos contratos, análise das questões tributárias, entre outros demais itens.

Com o auxílio do profissional do Direito, o empresário consegue ampliar a sua capacidade de mensurar riscos e se torna capaz de tomar decisões com maior segurança, o que aumenta consideravelmente as chances de o empreendimento prosperar pois, além de prestar uma assessoria preventiva a todos os temas inerentes ao empreendimento, o advogado atua quando, eventualmente, surge o litígio. Resultando assim em uma drástica redução na possibilidade do surgimento de novas ações judiciais e gerando uma grande economia para a empresa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *